Cab Calloway


Como foi que conheci o Cab? Bem, eu conheci da maneira mais “infantil” de todas: Assistindo os desenhos animados da Betty Boop. A voz, a dança e a música me chamaram a atenção então resolvi pesquisar e desde então passei a ouvi-lo muito, um artista que na minha opinião foi um dos grandes nomes do jazz da época. Cabell Calloway III nasceu em Rochester NY em 25/12/1907. Diferente de muitos artistas afro descendentes, Cab nasceu em uma familia de classe média, o que lhe permitiu estudar, tornando-se o maestro da “Big Band Swing Jazz Orchestra” tradicional orquestra que se apresentava em diversos clubs famosos da época como o Cotton Club durante a era do jazz nas rádios. Isso foi entre as décadas de 30 e 40. A Cab Calloway Orchestra ainda vive e é dirigida pela família de Cab. Na época era composta por grandes músicos como o trompetista Dizzy Gillespie entre outros.



Além de reger uma orquestra Cab ainda encontrava tempo para atuar, trabalhou em inúmeros filmes e não parou até sua morte em 1994. O que me chamava atenção nas apresentações de Cab em frente à orquestra ele simplesmente dançava, pois é ,queria que meu antigo maestro dançasse assim também, ele sempre pedia “ânimo” aos músicos. O tio Cab tinha um estilo próprio, cheio de energia. Sua dança misturava elementos de sapateado com dança de rua. Suas gravações mais famosas foram as canções que mais tarde serviram de tema para o famoso e escandaloso desenho da época, Betty Boop. As músicas já eram famosas nas rádios e após serem transmitidas no desenho animado Cab passou a ser conhecido e convidado para se apresentar em diversos programas de tv. Além de “emprestar” a música para aqueles que foram os episódios mais famosos da veterana Boop, ele também participava com seus movimentos de dança, incorporados aos personagens.Vocês podem conferir nos desenhos "Minnie the Moocher", "St James Infirmary Blues" e "The Old Man of the Mountain” de 1931-1933, todas interpretadas por Cab. Quem não quiser ver o vídeo pode ouvir na minha playlist, sãos as faixas 6 e 8, também 18,20 e 21.


Cab Calloway e Orquestra - Reefer Man High Quality

Para quem não conhece e deseja ouvir alguma coisa de Cab Calloway eu recomendo The Early Years: 1930-34 e The Chu & Dizzy Years. Encontra-se muitas músicas na net, porém coletâneas eu achei pouquíssimas. Mas para um iniciante está ótimo, existem muitas gravações ótimas além da canção de bêbado (brincadeira!) St. James Infirmary blues.  Ouçam e tenham um bom fim de semana!

Betty Boop Minnie the Moocher, 1931.

Betty Boop "Snow-White"
1933 - Cab Calloway

Comente com o Facebook:

Um comentário

  1. Zero horas e 1 minutinho de hoje para amanhã terá uma boneca dedicada a você lá no blog! Por sinal, o videoclipe que está lá agora, também é um presente para você! Dá até pra ver a Madonna by Marcus Baby no meio da real (no melhor estilo "cadê Uóli"), kkkk... Beijo e até amanhã!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela sua visita, ela é muito importante! Comente e deixe seu link. Responderei assim que for possível ♥