Eu recomendo: Cinta Liga Retrô!



Boa tarde crianças como vão? Passando aqui rapidinho só para divulgar o excelente trabalho de uma querida amiga dona de uma loja de Lingerie Retrô. Post feito especialmente para nossas amigas que não querem perder o toque sutil de mulher feminina. E sim, a gente sabe que muitos homens aprovam, não é mesmo? Tomem nota. Texto por Cinta Liga:


Uma noção das lingeries nas décadas de 40 e 50

Com a libertação de Paris, em 1944, a alegria invadiu as ruas, assim como os ritmos do jazz e as meias de náilon americanas, trazidas pelos soldados, que levaram de volta para suas mulheres o perfume Chanel nº 5. No pós-guerra, o curso natural da moda seria a simplicidade e a praticidade, características da moda lançada por Chanel anteriormente. Entretanto, o francês Christian Dior, em sua primeira coleção, apresentada em 1947, surpreendeu a todos com suas saias rodadas e compridas, cintura fina, ombros e seios naturais, luvas e sapatos de saltos altos.


O sucesso imediato do seu "New Look", como a coleção ficou conhecida, indica que as mulheres ansiavam pela volta do luxo e da sofisticação perdidos.

Dior estava imortalizado com o seu "New Look" jovem e alegre. Era a visão da mulher extremamente feminina, que iria ser o padrão dos anos 50.

Dois estilos de beleza feminina marcaram esta década: o das ingênuas chiques, encarnado por Grace Kelly e Audrey Hepburn, que se caracterizavam pela naturalidade e jovialidade e o estilo sensual e fatal, como o das atrizes Rita Hayworth e Ava Gardner, como também o das pin-ups americanas, loiras e com seios fartos.
Entretanto, os dois grandes símbolos de beleza da década de 50 foram Marilyn Monroe e Brigitte Bardot, que eram uma mistura dos dois estilos, a devastadora combinação de ingenuidade e sensualidade.

Por que usar lingerie retro?

Porque é sensual sem ser vulgar, é insinuante, disfarça pequenas imperfeições dando mais auto-confiança à mulher e é cheia de significados: resgata a feminilidade, o glamour dos anos dourados, o romance e toda a elegância daquela época, coisas que hoje são objetos de desejo de todas nós.

Quais as vantagens de escolher lingeries da Cinta Liga?

Desde que começamos a comercializar lingeries, percebemos que no mercado nacional há grande dificuldade com relação aos tamanhos. Além de pouquíssimas marcas possuírem a numeração para tórax e bojo ( designadas pelas letras A, B, C , D, DD), a maioria vende conjuntos e não as peças separadas. Considerando que pessoas não são “formatadas”, a venda fica limitada àquelas totalmente proporcionais. Outra dificuldade no mercado é encontrar peças sensuais que não sejam fio-dental ou muito rebuscadas, impossíveis de se usar no dia-a-dia. Alças e bojos muito cheios de fitas e rendas não ficam bem em quase nenhuma roupa, marcam muito. Cores vibrantes demais , laços coloridos, idem.

Por outro lado, as lingeries com cintura alta, que modelam o abdome, geralmente são muito feias, pouco sensuais. A mulher de quadris largos, então, dificilmente encontra algo que a vista sem que fiquem marcas laterais.

Outra dificuldade é encontrar sutiãs sem arame de sustentação. É certo que são muitas consumidoras, mas também existem outras tantas que se vêm na obrigação de usar somente porque não encontram modelos bonitos sem o aro. Quem tem prótese definitivamente não precisa de aro e existem até correntes da medicina que não recomendam o seu uso.

Foi buscando suprir essas lacunas que a Cinta Liga decidiu importar as linhas da Kiss Me Deadly e What Katie Did, ambas inglesas.

What Katie Did é uma empresa sediada em Londres, nascida da paixão pelo glamour do estilo vintage. Recentemente comemorou dez anos no mercado, tendo iniciado apenas como fabricante de meias com costura, até então difíceis de encontrar, até o projeto e fabricação das coleções próprias de lingerie estilo vintage, que são distribuídas em lojas pelo mundo todo.

Cria e produz peças de belo corte, alta qualidade, apenas ligeiramente adaptados para as figuras modernas, confeccionada sempre que possível, até mesmo com os métodos de produção antigos.

Os clientes What Katie Did são mulheres fabulosas ( e homens também) que apreciam as formas circulares nos bojos dos sutiãs, uma cintura “de vespa”, enfim, um flash de costura totalmente retro e imensamente glamouroso.
A melhor parte de tudo é que , embora sendo de luxo, a marca é acessível o suficiente para poder ser usada todos os dias, graças à dedicação daqueles que projetam e fabricam com paixão por vintage. Uma equipe muito unida, design cuidadoso, elevados padrões de produção e acabamento.
Contato:
Contact: Beatriz Stresser
+55(41) 3029-5798
+55(41) 8808-0878
MSN: beatriz_stresser@hotmail.com
http://cintaligalingerie.wordpress.com/

Já sei o que vou encomendar, e vc?

Beijinhos
Au revoir!

Comente com o Facebook:

2 comentários

  1. Chérie!

    Adorei o post sobre liga, poderia falar sobre a combinação, mas hoje em dia os vestidos são mais ousados que ela... rs.
    Um ótimo fim de semana para você também... Beijos da sua fã.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela sua visita, ela é muito importante! Comente e deixe seu link. Responderei assim que for possível ♥