Teddy Boys X Teddy Girls!



Todos nós, amantes do vintage, já vimos ou no mínimo ouvimos falar dos movimentos protagonizados pelos jovens durante a preciosa década de 50: uma era de rebeldia na música e na moda, que definiram o comportamento social daquele tempo. Principalmente a música e seu poder de penetração na nossa mente. Mas esse post não é musical e sim social. Porém, não posso falar de um sem citar o outro, certo? Quando comecei a me aprofundar um pouco mais no movimento Teddy (em especial para esse post) eu pensei em abordar somente a subcultura feminina, esquecida e desconhecida por muitos, mas decidi fazer desse post uma "matéria completa" sobre o assunto, mesmo sabendo que a maioria de vocês conhecem, eu ainda não falei sobre isso aqui no blog então vou abordar alguns pontos interessantes e disponibilizar fontes, vídeos e referências para os interessados. Desde já peço desculpas por qualquer coisa, pois estou meio enferrujada!

  



Teddy Boys da Nova Zelândia vestindo Oxford (1950's)
Detre todos os acessórios usados pelos Teddys, os sapatos Creepers sãos um dos meus favoritos, principalmente se forem bicolor! 
Teddy Boys: Eram chamados assim os grupos, ou gangues de Jovens e sua vestimenta influenciada pelo rock 'n' roll Americano e estilo Eduardiano durante a década de 50 em Londrês. Adotavam os penteados de seus ídolos do rock! Usavam longos casacos, calças, camisas, coletes de veludo, que pertenceram aos seus avós e até mesmo aos seus pais. Não demorou muito para que o estilo crescesse por todo Reino Unido e que também atraísse a atenção da mídia, até porque se tratavam de jovens agressivos que praticavam vandalismo e estavam constantemente envolvidos em brigas com outras gangues. O nome original era SpivsCosh Boys ou Creeper! Mais tarde um jornal local da época passou a chamá-los de Teddy, que seria uma versão mais curta referindo-se ao estilo Eduardiano, e assim permaneceu o nome Teddy Boy. O movimento Teddy Boy passou a ser característico de um grupo diferenciado dos outros adolescentes da época. Refletindo também na música da época, ainda mais com o crescimento do rock 'n' roll, diversas bandas britânicas passaram a adotá-lo. Mais tarde serviu de inspiração em um filme e até ganhou uma versão Pulp publicada em 1958, a Teddy Boy escrita por Ernest Ryman

Processo: Até chegar ao estilo popular do qual conhecemos, a moda Teddy passou por algumas mudanças. Esse é o estilo Neo-Eduardiano do início dos anos 50!
Nos início dos anos 50, os Teddy Boys também eram conhecidos como "Creepers" nome original  vindo do estilo de dança "The Creep" adotado pelos Teddy's antes da ascensão do rock 'n' roll em Londrês!



Ken Mackintosh - The Creep ( 1954 )
  
Movimento Teddy associado ao Rock 'n' Roll domina o Reino Unido: Bill Haley & His Comets em Londrês (1957) - Na segunda foto, casal dançando!


Let's Rock: Bill Haley & His Comets 
Teddy sem perder a feminilidade! ;)

Rebeldes sem causa
 

Teddy Girls: Se Teddy era considerado uma subcultura o que dizer das mulheres que também seguiram o estilo? As Teddy Girls foram ainda mais underground e desconhecidas. Também eram adolescentes influenciadas pelo estilo e que se vestiam de acordo. Ao contrário dos Boys, não existem muitos registros que falam sobre essa gangue de meninas, mas em 1958 o fotógrafo Ken Russel conheceu Josie Buchan, uma legítima Teddy Girl de apenas 14 anos de idade que o apresentou à suas amigas. Eles fotografou o grupo de garotas e as fotos foram publicadas em uma revista na época, mas somente anos depois foram descobertas. A garota Teddy diferente dos meninos que só estavam interessados em "causar", estava mais preocupada em trabalhar! Acredito que acima de tudo buscavam sua autoafirmação em uma época pós-guerra, todos esses jovens nasceram em um momento de caos! Todos sentiam muito orgulho de ser o que eram e de se vestir daquele jeito. Quando o estilo se tornou popular as roupas Eduardianas de segunda mão estavam disponíveis em lojas sendo acessíveis aos jovens e elas tinham condições de uso.

Teddy Girl fotografada por Ken Russell
Fotos por Ken Russell


  


Mesmo as garotas de classe média daquela época já trabalhavam, o que ajudava a manter os gatos e seu estilo do qual se orgulhavam muito. Elas foram garotas que só queriam se divertir, ir ao cinema, aos bailes, sair com rapazes, ouvir um bom rock 'n' roll e se vestir bem de forma elegante dentro do estilo. Claro que a má fama causada pelo lado masculino do movimento foi determinante para que essas garotas ficassem ainda em oculto.


Pequeno vídeo sobre as Teddy Girls da época!

Influência na moda atual

Variações do estilo Teddy Girls nos dias de hoje, veja mais aqui!

Teddy Boys e Teddy Girls na Mídia e visão da sociedade: Não demorou muito para que o movimento dos Teddies se tornasse popular por todo reino unido. O comportamento da maioria daqueles jovens, muitas das vezes violento e sem nenhuma causa viria a ser o pesadelo dos país desses adolescentes. Foram expostos em jornais e revistas o estilo de vida dos jovens daquela época tido como algo problemático. Veja abaixo alguns scans de jornais da época:

Rebeldia: Teddy Boys viviam em constante conflito com outras gangues, consequentemente com a polícia. Em português claro, eles gostavam de Causar e não é difícil entender por que não eram bem-vindos em locais públicos como salões de festas, hotéis, etc.


 Pulp-Fiction: Os Teddies foram parar até nas Pulp Magazines, como essa escrita por Ernest Ryman. Lançada em 1958!
Poster do filme "Cosh Boy" de 1953. No elenco James Kenny e Joan Collins!
Os Teddies nos dias de hoje: Quem curte rockabilly sabe que o estilo não morreu. Muito pelo contrário, ele continua vivo pelo menos entre os amantes dessa subcultura. Não é difícil ver algumas celebridades usando referências do estilo e de vez em quando algum estilista se inspira em algumas peças. Eu recomendo o vídeo  postado abaixo que é um documentário feito na época do auge Teddy. Também recomendo esses links de onde busquei referências para o post. Acho muito importante ressaltar o local da minha fonte. Se vocês quiserem se aprofundar ainda mais eu sugiro o site Edwardian Teddy Boy é a disneylandia dos Teddies e possuí absolutamente tudo sobre esse movimento!


Documentário e entrevista sobre os Teddy Boys, achei super legal. Eu recomendo!

Comente com o Facebook:

2 comentários

  1. Cara que bom que você voltou! Tava fazendo falta! E amei o post sobre os Teddy! Ta tudo mutio bem feito como sempre! bjinhos! <3

    http://chicismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que bom que voltou!! Eu curto muito a cultura dos Teddy Boys como referência. É legal ver que alguns teddys da época ainda mantem o estilo até hoje, mesmo mais velhos. Beijão

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Deixe sua opinião, dúvidas e sugestões nos comentários. Não esqueça do seu link, responderei todos assim que for possível ♥ XOXO