Louise Brooks, o Canário mudo!


Não sei se já contei para vocês sobre esse filme, que é mais famoso pelas histórias que aconteceram no backstage do que da produção cinematográfica em si. O filme "The Canary Murder Case" de 1927, trata-se de uma novela sobre um assassinato produzida pela Paramount Pictures e dirigida por Malcolm St. Clair e Frank Tuttle. No filme, a atriz Louise Brooks interpreta o Canário (the Canary), uma jovem e sensual cantora que trabalha em um club noturno. Logo no início do filme pode-se ver Louise interpretando o canário, sentada em um balançando que também pode ser um trapézio, como se estivesse voando em cima da platéia. A melhor cena do filme na minha opinião e de muitos também. A trama começa a se desenrolar a partir do momento em que o Canário (Louise) é assassinada de forma misteriosa.

O filme, que inicialmente foi produzido em 1927 só foi lançado em 1929. Louise acabará de retornar aos Estados Unidos após ter participado de duas grandes produções na Alemanha. Produções essas que a tornariam um ícone do cinema mudo, sendo elas a famosa "A Caixa de Pandora" e "Diário de Uma Garota Perdida". O cinema falado estava começando a surgir em Hollywood, momento esse em que Louise retorna. Ainda muito chateada com a Paramount, devido aos acontecimentos e brigas que teve com os produtores antes de viajar para Europa, Louise recusa a oferta de US$10.000 para dublar sua personagem no filme. Essa atitude foi crucial para que Louise fosse afastada de uma vez do cinema. Os diretores ficaram extremamente irritados com ela, e sua forma de vingança contra a jovem atriz foi, infelizmente, muito eficaz.



Separei diversas imagens lindas da Louise nesse filme:





Criou-se um boato de que Louise tinha uma voz feia, horrorosa e que não se encaixaria aos novos padrões do cinema falado que tinha acabado de surgir em Hollywood, sendo esse o motivo pelo qual ela não pode dublar no filme. Os eventos a seguir só contribuíram para que Louise se afastasse de vez do cinema e fosse completamente esquecida até algumas décadas mais tarde. Os diretores também não obtiveram grande exito com o filme, que foi duramente criticado. Não existem muitas imagens de Louise na pele do Canário, mas levando em consideração sua participação no filme, mesmo sem estar atuando em toda a película, ela certamente conseguiu mais uma vez roubar os olhares somente para ela, por isso não poupei em colocar fotos no post inteiro. :P

A verdade é que Louise era uma mulher de gênio forte, falava o que pensava. Discutia com qualquer um, não interessava se esse "um" usasse calças. Ela era à frente de seu tempo até mesmo na forma como enfrentou produtores e diretores de Hollywood, mesmo que isso significasse ser demitida. Na visão dela, as mulheres tinham direitos iguais aos dos homens, portando deveriam ter aumento de salário, nome nos créditos dos filmes uma vez que elas trabalhavam muito e até bem mais que os homens. E se algo não estava de acordo com seus "princípios" ela simplesmente lançava seu olhar fulminante na "vítima" e se retirava. Essa é uma das qualidades que mais aprecio na Louise, porque ela foi valente e mesmo pagando um preço muito alto se manteve firme e muito orgulhosa de si, sempre!

Poster promocional do filme "The Canary Murder Case" produzido pala Paramount Pictures
Foto Promocional e Durante as Gravações do Filme
Talvez se ela tivesse sido mais uma mocinha bonitinha e ficasse "muda" em alguns momentos, sua carreira tivesse sido um pouco mais ampla e glamourosa e poderíamos ter visto mais de seu talento. Mas também não teríamos a oportunidade de conhecer uma das, senão a primeira, mulher a desafiar os diretores de uma Hollywood tão machista. Ficou interessado no filme?? Ele está disponível no youtube:


That's all!

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário

Muito obrigada pela visita! Deixe sua opinião, dúvidas e sugestões nos comentários. Não esqueça do seu link, responderei todos assim que for possível ♥ XOXO