#Resenha: Uma Noite de Amor (Mary Balogh)

 

Numa manhã perfeita de Maio… Neville Wyatt, conde de Kilbourne, aguarda a sua noiva no altar. Mas, para espanto geral, em vez da bela jovem que todos conhecem aparece uma mendiga andrajosa. Perante a nata da aristocracia, o perplexo conde olha para ela e declara que é Lily, a sua mulher! Ao olhar para aquela que em tempos desposou, que amou e perdeu nos campos de batalha de Portugal, ele compromete-se a honrar o seu compromisso… apesar do abismo que agora os separa. Até que Lily fala com franqueza… E afirma querer começar de novo… e que Neville a ame verdadeiramente. Para isso, sabe que terá de estar à altura das expectativas dele, o que a leva a aceitar ser dama de companhia da sua tia e aprender as boas maneiras. A determinada Lily rapidamente conquista a admiração da alta sociedade, demonstrando ser uma condessa à altura do seu conde. Por seu lado, Neville está disposto a tudo para provar à sua formidável mulher que o que sentiu por ela no campo de batalha foi muito mais que desejo, muito mais do que o arrebatamento de… Uma noite de amor.

Título: Uma Noite de Amor
Autor: Mary Balogh
Edição: 2012
Editora: ASA (Portugal)
Adicionar no Skoob 
Classificação:

Esse foi o primeiro livro que li da autora britânica Mary Balogh, e minhas impressões foram totalmente positivas. Assim que terminei, dei sequência aos demais volumes da série Os Bedwyns. Quando comecei a leitura, achei que seria como a muitos romances que já li. Mas me enganei. A estória de Neville e Lily é linda, triste e totalmente fora dos padrões exigidos na época. Os cenários de amor, guerra e sociedade são bem descritos, e um pouco diferente da maioria das novelas desse gênero.

Lily  Doyle é a filha de um sargento do exército, e em função disso, cresceu em meio a um regimento militar. Não possui fortuna, nem boa educação. O que Lily possui é beleza e um espírito livre, qualidades das quais chamaram a atenção de Neville Wyatt, o conde de Kilbourne. Ele ela comandante no mesmo regimento em que Lily e seu pai viviam. Ele praticamente a viu crescer, e logo os dois se tornam amigos muito próximos. Porém, as responsabilidades e o destino certo de um Conde, nunca permitiram que Kilbourne expressasse seus reais sentimentos pela jovem Lily. Uma fatalidade acabando causando a união de Lily e Kilbourne. Eles se casam.

Infelizmente, outra fatalidade ocorre e Neville acredita que sua amada morreu no campo de batalha. Ele parte de Portugal, deixando para trás a guerra e a dor da perda de seu único amor. Contudo, Lily esta viva e parte em uma jornada com o intuito de se reencontrar o conde de Kilbourne. Ela sequer imagina que o mesmo está as vésperas de se casar novamente. Quando chega a mansão de Neville, o local está cheio de visitantes festejando o futuro casamento do conde de Kilbourne com Lady Lauren Edgeworth, e logo Lily é dispensada pela criadagem, que a vê apenas como uma mendiga. Neville, que parece feliz e ao mesmo tempo triste, sequer tem ideia de que sua falecida esposa está viva. Até que Lily aparece na igreja, diante de seus olhos, entre sua futura noiva ele, e na frente de toda a nata da sociedade.
A noiva, com um traje branco de um desenho clássico e simples, que brilhava sob a tênue luz do interior da igreja, com os curtos cachos loiros adornados com flores brancas e folhas verdes trançadas neles. Ouviu-se um suspiro de satisfação procedente dos reunidos nos bancos. Mas Neville não via uma noiva vestida com elegância, bom gosto e luxo. Via Lily. Lily com seu desgastado vestido de algodão azul, envolta em uma velha capa do exército, muito volumosa para ela, embora a tivesse cortado para adaptá-la à sua medida. Lily, com os pés descalços, apesar do frio de dezembro, e o cabelo despenteado, uma cabeleira selvagem que lhe caía pelas costas até a cintura. Sua noiva. Seu amor. Sua vida. 
Apesar do abismo cultural e social que existem entre Lily e Neville, a personalidade única da nova viscondessa de Kilbourne faz com que ela seja admirada (e até mesmo invejada) por toda a sociedade, desde a aristocracia até as pessoas mais humildes. Ela é comunicativa e trata a todos com igualdade, mas se sente inferior e inapta para ser a esposa de um conde. Ela se esforça muito para mudar por ele, sem perder sua essência, mesmo que essa mudança signifique sua separação. Neville não tem dúvidas de seu amor, mas sabe que terá que enfrentar dificuldades para provar a todos, incluindo sua família, o quão digna sua esposa é.

Eu sou uma devoradora assídua de romances históricos e de época. Sou completamente apaixonada por esse gênero, mas confesso que não é todo dia que classifico uma novel com 5 estrelas. Um livro muito intenso e bem narrado, apesar de ter pouco mais de 300 páginas. Lily pode até ser mais uma versão de Cinderella, mas o que a difere das demais foram as experiências angustiantes que sofreu, das quais a autora não poupou detalhes. E Neville pode não ser um Sr. Darcy, mas também não deixa nada a desejar: é justo, leal e apaixonado!

A edição que li é a de Portugal, mas aqui no Brasil a famosa série "Os Bedwyns" foi lançada pela editora Arqueiro. No Skoob o livro está descrito como o primeiro da série (é isso mesmo produção?). Achei isso um tanto confuso, talvez por ser a edição de Portugal. Então terei a missão de ler todos os volumes para entender toda a trama. Tenho certeza que serão leituras muito agradáveis. Espero que tenham gostado da resenha. Quem já conhece a série, deixe sua opinião. Beijos!

Classificação:

Comente com o Facebook:

30 comentários

  1. Não conhecia, gostei bastante da resenha!
    http://grandemetamorphose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Imagem linda!!!!!!!!!!!!! Ótima tarde!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei a sua resenha!
    Sou super fã de romances históricos. São meus preferidos desde sempre.
    Já anotei o título e vou procurar pra ler.

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Alineland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amo <3...eu gostei muito desse, até favoritei. Beijos!

      Excluir
  4. Resenha maravilhosas amei, tenha uma semana abençoada.
    Meu canal: https://www.youtube.com/watch?v=WflDsh0kjCo
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi pri,
    O livro parece ser bem romântico. Eu gosto deste gênero de literatura, mas no momento ando lendo Murakami e não consigo parar.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou assim, quando conheço uma autora ou série, fico completamente viciada e não penso em outra coisa, rsrs.. Beijos!

      Excluir
  6. Fiquei com vontade de ler!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  7. Ohn :( é uma pena que aí não encontres!!!

    Tenho mesmo de ler este livro. Fiquei colado à tua crítica e até parece que entrei na trama. É mesmo do género que aprecio ler :D

    NEW REVIEW POST | Sustent’Habil: Sustainable Cosmetics
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia pois é uma linda história, e vale a pena. Beijos!

      Excluir
  8. Que livro lindo e triste ao mesmo tempo.
    Eu não conhecia esse livro e nem a autora, mas pela sua resenha vi o quão lindo é ler esse livro, e pelos acontecidos, sei que vou chorar muito quando eu ler, por isso vou deixar ele para ler depois, mas já salvei o livro para baixar mais tarde.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste, mas também é linda. Depois que tiver lido me diz o que achou. Beijos!

      Excluir
  9. Amei a resenha do livro, parabéns!
    Não conhecia o livro e a autora mas, será um dos que lerei em breve.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro.

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  11. Não conhecíamos o livro e nem a autora, mas pela resenha esse livro parece ser muito bom, gostamos de livros de romance!!

    beijos

    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Gostei só pelo fato de ser romance. Adoro romances! Fui lendo algumas partes do post, porque fiquei com medo de ler algo que fosse um spoiler, sabe? Porque li ali sobre os personagens casarem e parei de ler ali, hahahaha!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe, eu não fiz nenhum spoiler e o fato deles serem casados é uma informação que inclusive esta na sinopse, rsrsrs... Beijos <3

      Excluir
  13. Vamos combinar que estas capas de Portugal são muito perfeitas né. Já vi diversas que são lindas demais!!!
    Ainda não li nada da autora, mas vi que a Arqueiro está mesmo publicando, estou com vontade de dar uma chance...

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, essas capas são realmente lindas! A arqueiro está publicando A série Os Bedwyns (Aquela dos ligeiramente casados, escandalosos, etc..rsrs) Comecei a ler o primeiro da série (na verdade, estou lendo dois dessa mesma autora) até o momento tem sido uma ótima leitura =).. Beijos!

      Excluir
  14. Preciso ler essas suas indicações de romances históricos! A história parece ser tão linda.Vou ver se consigo ler esse livro e O Príncipe dos Canalhas.

    Beijosss

    Tava com saudades de passar por aqui <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Gabi, leio e depois me fala o que achou ^^...Beijos!

      Excluir

Muito obrigada pela visita! Deixe sua opinião, dúvidas e sugestões nos comentários. Não esqueça do seu link, responderei todos assim que for possível ♥ XOXO