#Resenha: O Último dos Canalhas (Loretta Chase)



O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

Título: O último dos Canalhas - The Last Hellin 
Autor: Loretta Chase
Edição: 2015
Editora: Arqueiro
Adicionar no Skoob 
Classificação:
Lydia Greenville é uma jornalista promissora e ousada do tipo que não fica intimidada por ninguém. Em seus artigos ela aponta constantemente as falhas sociais, ao mesmo tempo que critica a atitude de nobres. Ela teve uma infância triste e difícil, mas sua determinação fez com que ela se tornasse uma mulher independente. Se necessário, move céus e terras para conseguir uma boa matéria para o jornal em que trabalha, e ao mesmo tempo tenta ajudar quem necessita, como por exemplo: jovens mulheres que se tornaram prostitutas. Em uma dessas ocasiões, em que tentava ajudar uma jovem, Lydia se vê diante de uma turba, e nesse momento ela conhece o infame Vere Mallory.
Segundo etimologistas,“Mallory” significa “infeliz” ou “azarado”. Mas na história da família do duque, queria dizer “encrenca”, com “E” maiúsculo. Alguns antepassados do duque tinham vivido muito, outros pouco, mas todos tiveram em comum uma vida intensa, porque essa era sua natureza: serem canalhas notórios de nascença
O Duque de Ainswood é um homem com péssima reputação, que faz questão de manter viva essa imagem de pervertido. É conhecido por sair por aí "causando" e também por ser um sedutor desmedido. Logo no início do livro, a autora explica a fama da família Mallory, muito conhecida por produzir canalhas e ainda mais conhecida pelas mortes repentinas dos homens da família. Vere herda o título e se torna o Duque de Answood. O último canalha de sua espécie. Apesar da imagem que ele cultiva, Vere é na verdade um homem solitário que no passado perdeu pessoas queridas.
Mas Lydia não se abalava com facilidade. Se precisasse de tratamento delicado, não teria se tornado jornalista. Se Mallory quisesse mesmo machucá-la, poderia fazer coisas muito piores. Estava irritado, só isso, porque ela se recusara a agir como ele sugerira.
Vere tenta bancar o engraçadinho com Lydia, que o leva a nocaute fazendo com que Vere caia no chão, diante de dezenas de olhares curiosos. Agora ele é a piada do momento, e ela sua nova obsessão. Logo se vê interessado naquela mulher ousada, tão bela e alta, de vestes castas e que usa a famosa "touca de solteirona". O mesmo tempo que sente uma forte atração por ela, ele também não quer perder a oportunidade de se vingar. Enquanto Lydia segue zombando e debochando de "sua graça" a cada vez que o encontra. Ela não está interessada em romances com ninguém, muito menos com o depravado Mallory de tão péssima fama. Porém, por mais que queira se ver livre do duque, eles estão constantemente se encontrado, trocando farpas e tentando em vão esconder o desejo que um sentem um pelo outro.
A dramaticidade das roupas não o impressionara antes. Mas agora o atingia em cheio. Talvez fosse a fumaça e o barulho infernal.  Talvez fosse o cabelo dela. Grenville havia tirado a touca e parecia perturbadoramente desprotegida, exposta demais. As mechas, de um dourado suave e claro, desciam soltas desde o nó desalinhado junto à nuca branca, suavizando suas feições belas e austeras, fazendo-a parecer jovem, jovem demais. Uma menina.
Em algumas dessas ocasiões, entre encontros e desencontros, Vere acaba participando das divertidas peripécias de Lydia, capaz de atuar e se disfarçar do que quiser quando está determinada a conseguir algo. Existe um duelo de vontades, egos e sentimentos muito grandes. A estória é muito mais dinâmica do que o livro anterior, e talvez esse seja um dos pontos mais bacanas no livro. Possui diálogos inteligentes e muito divertidos. Lydia a cada instante se mostra uma caixinha de surpresas. E sua postura frente às discriminações sociais e políticas, tal como o sofrimento das mulheres, a tornam uma personagem única. Uma das coisas que mais gostei nesse livro, foi a ligação com a história anterior. Sim, para minha surpresa e deleite, o Marques de Dain aparece no livro (achei digno, até porque já estava com saudades do Lorde Belzebu, kkkk).

Outro ponto interessante é que Lydia de fato rouba a cena, deixando Vere muito mais como um coadjuvante completamente rendido aos seus encantos. Eu particularmente não gostei muito desse detalhe. Depois que a gente conhece o Marquês de Dain, fica com altas expectativas quanto aos demais canalhas que virão a seguir (hahahaha). A capa também não me agradou muito, pois em determinados gêneros literários gosto do anonimato e fotos mais sugestivas, que fazem com que a gente use a nossa imaginação.

Quem leu minha resenha de O Príncipe dos Canalhas sabe que eu daria sequência a essa série que me encantou. Quando soube que a Arqueiro estaria lançado o próximo livro da série, fiquei ansiosa para ler. Foi lançado no final do ano e valeu a pena a espera, não tanto como eu gostaria, mas valeu. Espero que tenham gostado da resenha. Beijos!

Classificação:

Comente com o Facebook:

30 comentários

  1. Olá Pri,
    Adorei a resenha e não conhecia este livro, :)

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fernanda <3 Recomendo que leia o O príncipe dos canalhas antes desse ;) Beijos!

      Excluir
  2. hehe, quem nunca se apaixonou por um canalha que atire a primeira pedra, hehe, gostei do livro

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que nunca aparece um canalha duque ou marquês, kkkkkkkk Beijos!

      Excluir
  3. Ainda não assisti.

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  5. Eu amoooooo esses romances de época <3
    Já tinha ouvido falar do príncipe dos Canalhas, mas dessa sequência ainda não tinha visto. Vou colocar na minha lista de leituras desse ano <3

    www.vodkaescarpin.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Nanda, vale a pena. Eu tô apaixonada pela série <3 Beijos!

      Excluir
  6. ótima resenha, nunca tinha escutado falar sobre esse livro
    adorei
    bjuus
    Sorria Princesinha

    ResponderExcluir
  7. É, também não curti muito a capa, principalmente por não deixar a nossa imaginação fluir né? Gostei do fato do príncipe ser do time dos canalhas, hahaha! Mas enfim, nunca tinha visto ou escutado falarem desse livro.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é bonita, mas eu preferia que não aparecesse o rosto, você é da mesma opinião que eu, hehe... Obrigada Thami. Beijos!

      Excluir
  8. Muito legal!!! eu tô louca pra voltar a ler, essas resenhas são ótimas.
    bjuxx
    Casa Cherry

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ler é uma das melhores coisas pra mim, recomendo <3.... Obrigada Vivi, Beijos!

      Excluir
  9. Gostamos de livros de época, ainda não conhecíamos esse mas parece ser muito bom!! Ótima resenha!!

    beijos

    http://www.onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu simplesmente amo livros com histórias narradas em outras épocas... é um meio de me transportar, por que acho que nasci e vivi os séculos errados kkkk Ótima dica, vai entrar na minha lista! Tenha um final de semana abençoado, beijos.

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto de me imaginar nas estórias <3 Espero que goste da dica e se ler, me conta o que você achou =) Beijos!

      Excluir
  11. Eu quero ler esse e O Príncipe dos Canalhas, inclusive, estou com a página do PDF aberta aqui e vou baixá-lo (não é fácil ser leitora pobre), mas o importante é ler rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu gostei desse, mas não tanto quanto do príncipe! Depois me fala o que achou do livro =) hehehehe

      Excluir
  12. Esse livro parece bem diferente dos outros romances épicos que eu já li, mas acho que vou gostar bastante ♡
    Gosto de livros com personagens femininas fortes!
    Mas quero ler "O Príncipe dos Canalhas" primeiro. Depois te conto o que eu achei :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei que possui alguns elementos diferente de outros romances que já li. Em ambos temos personagens femininas bastante fortes, tenho certeza que vai gostar. Sim, depois me conta! Quero saber tudo xD Beijos!

      Excluir
  13. Nunca tinha ouvido falar desse livro mas gostei bastante da resenha, achei bem original a história! :)
    Um beijo!

    Blog Impulso Feminino
    Facebook
    Instagram

    ResponderExcluir
  14. Já sei... Já sei...
    Essa é a contnuação daquele livro que eu falei que precisava ler.
    Pri, como faz pra dar tempo de ler tudo?
    Eu tô tentando terminar o Percy Jackson pra começar o Princípe dos Canalhas. <3
    |‎Sorteio do livro: "Não há dia fácil"|
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o príncipe primeiro Bela!
      Pois é, preciso de mais uma vida pra ler tudo que tenho vontade, kkkkk... Beijos!

      Excluir

Muito obrigada pela sua visita, ela é muito importante! Comente e deixe seu link. Responderei assim que for possível ♥