#Resenha: Ligeiramente Casados (Mary Balogh)



À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse "Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.
Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.
Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.
Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...
Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página. 

Título: Ligeiramente Casados ( Série Os Bedwyns #1 no Brasil)
Autor: Mary Balogh
Ano de Lançamento: 2014
Editora: Arqueiro
Adicionar no Skoob


Em Ligeiramente Casados somos apresentados ao Coronel lorde Aidan Bedwyn e seu profundo senso de honra. Diferente de muitas novels, o mocinho não é descrito como um  adônis reluzente em seu cavalo. Aidan é um Bedwyn e como tal, possui características típicas de um Bedwyn: é alto, de expressão séria e quase indecifrável, tem um nariz grande e um porte rígido e imponente. Ele nem mesmo é descrito como um homem bonito, mas sim como alguém cujas feições fortes tornam-se de atrativo. Tem em suas mãos a responsabilidade de honrar uma promessa feita e um de seus soltados que estava à beira da morte. Percival Morris, sabendo que ia morrer, pede que Aidan proteja sua irmã Eve. Aidan tem uma dívida com Percival, que salvou sua vida.

Eve Morris é uma jovem independente e extremamente generosa com os menos favorecidos. Apesar de ser a filha de um minerador, ela foi educada como uma dama. A generosidade de Eve vai além do que fazer uma boa ação corriqueira. Ela toma para si a responsabilidade de cuidar de cada uma das pessoas que estão de baixo de suas asas protetoras: dando emprego a pessoas que normalmente não conseguiram emprego, ou abrigando órfãos. Eve alimenta uma chama de esperança em relação a um antigo amor do qual ela espera que retorne um dia para enfim ficarem juntos. Mas vê seu mundo completamente abalado logo após receber a visita de Aidan Bedwyn, que ficou encarregado de dizer a ela que seu irmão havia falecido. Aidan se mostra à disposição de Eve para ajudá-la no que ela precisar, a fim de honrar com sua palavra. Já Eve vê cada vez mais incômoda a presença de Aidan e nega qualquer ajuda. 

O irmão de Eve faleceu muito antes do previsto, e ela irá perder a propriedade para seu odioso primo. Aidan descobre os problemas de Eve, e então propõe um casamento de conveniência, apenas para que ela não perca sua propriedade. Muito a contra gosto Eve aceita, crendo que após o casamento nunca mais verá Aidan. Porém o Duque de Bewcastle, irmão mais velho de Aidan, (do qual desperta ainda mais minha curiosidade) mesmo não tendo concordado com o casamento relâmpago do irmão mais novo, resolve interferir. Ele diz a Eve que independente de seu casamento ser convencional, ela agora é uma Bedwyn e deve agir como tal, ser apresentada à sociedade e principalmente à rainha.

Esse é um romance que se desenvolve do início ao fim. Não existe amor à primeira vista, tão pouco atração ou desejo. Nenhum deles tem coragem de admitir. Acreditam que logo irão se separar: ela voltará para sua casa e para seus protegidos, e ele para o exército. Mas esse plano acaba não funcionando como o previsto. O amor entre eles vai surgindo à medida em que a situação os obriga a ficarem próximos, mesmo contra a vontade deles. Os personagens não tem aquela beleza exorbitante capaz de faltar o ar, mas são extremamente carismáticos e sensíveis, cada um à seu modo. Não temos muitos clichês nesse livro, o que torna a leitura ainda mais agradável, somado também ao fato da narrativa ser rápida e envolvente. O tipo de romance que eu adoro.

Classificação:


Comente com o Facebook:

34 comentários

  1. Não conhecia mais amei a resenha, bom final de semana.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=apP6eHn5PlI

    ResponderExcluir
  2. adorei a resenha me inteeressei bem legal linda
    juuuuuus
    Sorria Princesinha

    ResponderExcluir
  3. Estou com uma lista enorme de livros que você já indicou para ler! E espero ler todos.

    O enredo parece ser bemmmm interessante, mais ainda porque você falou que não tem muitos clichês...detesto histórias com rumos muito óbvios.

    PS:Eu dei sim uma sumidinha do Face, aliás, já tem mais de um mês.Sinceramente não tenho ideia de quando voltarei a ativar,mas muito provavelmente será na terceira semana de abril.

    Beijos!

    Poesia em Transe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estou com uma lista infinita de romances de época e clássicos da literatura. Às vezes nem sei por onde começar, impossível ler tudo de uma vez kkkk. Beijos!

      Excluir
  4. a sua resenha ficou ótima! gostei do enredo, me chamou bastante atenção e fiquei muito interessada em ler! vou por na minha listinha que não para de crescer hahaha

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Graziela, fico feliz que tenha gostado =) Beijos!

      Excluir
  5. Lembrei de uns romances que lia na adolescência, tinha muito disso, casamento por conveniência pra depois se transformar em amor. Boa dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quase todos os casamentos da época retratada no livro eram por conveniência. Gosto de pensar que alguém tenha conseguido encontrar o amor verdadeiro mesmo em um casamento assim =)

      Excluir
  6. Adoro livros nesse estilo, que não é clichê e que tem uma boa leitura.
    Achei a capa linda do livro e gostei da história, acho fantásticos histórias nessa época.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adoro romances de época <3 Obrigada pela visita. Beijos!

      Excluir
  7. How gorgeous is her ruched bonnet! I just adore historical movies, TV shoes, and books as well.

    Many hugs & happy weekend wishes,
    ♥ Jessica

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia, mas a história me despertou bastante interesse!
    Ah, e a capa é muito linda :)
    Amei o blog e já estou seguindo :D
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigado minha querida :D
    Não conhecia o filme porque sou muito leigo no que toca ao cinema, contudo, cativou.me imenso toda a história e envolvência temporal.
    Que ótima crítica :')

    NEW GET THE LOOK POST | Easter Outfit Ideas For You
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
  10. Tenho bastante vontade de ler essa série. *_* Acho lindos os livros!

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia, mas fiquei curiosa e adorei a capa.
    Beijo
    www.garotaestelar.com.br

    ResponderExcluir
  12. Pri! Vale a pena sentir o cheiro daquela colônia! Ela é boa demais!

    Hummm, não sei se esse livro me agradaria. Mas só de saber que não tem muitos clichês até daria uma chance!

    Ótima segunda!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta do gênero, dê uma chance à essa série. É ótima. Beijos!

      Excluir
  13. Admito que tenho um pouco de dificuldades com romances históricos, mas tb sou adepta do romance que é construído e não o "amor a primeira vista"

    =*
    Mani Piñeiro
    @Blog_ManiPineiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto, é o mais próximo da realidade rsrs Beijos!

      Excluir
  14. esse livro deve ser super bacana, to querendo mt ler um romance historico assim

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série toda é ótima =) obrigada pela visita Lívia, Beijos!

      Excluir
  15. Esse livro parece muito interessante. Adoro esse tipo de enredo. Quero ler!

    Bjs
    http://deliriosdeconsumismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. ótima resenha! adoro romance ♡ ♡ ♡ ♡ tem news no Blog !!! vem ver =D www.signoritablog.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita! Deixe sua opinião, dúvidas e sugestões nos comentários. Não esqueça do seu link, responderei todos assim que for possível ♥ XOXO