#Resenha: Ligeiramente Maliciosos (Mary Balogh - Editora Arqueiro)


Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.
Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?
Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.

Título: Ligeiramente Maliciosos ( Série Os Bedwyns #2 no Brasil)
Autor: Mary Balogh
Ano de Lançamento: 2015
Número de Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Adicionar no Skoob

Judith é uma moça espirituosa, com muita imaginação e talento nato para a atuação. O destino faz com que a desafortunada moça conheça Rannuf Bedwyn, quando a diligência em que ela estava viajando sofre um acidente. A atração sexual entre Judith e Rannuf foi certeira, fazendo com eles criassem um jogo secreto (tão secreto que nenhum deles sabia que um estava enganando o outro) em que iriam desfrutar da companhia e intimidade, sem revelarem sua verdadeira identidade. Judith está à caminho de um destino fatal para muitas moças daquela  época: o de ficar para titia. Uma titia rica e bastante arrogante, que tenta a todo custo anuviar os encantos da sobrinha pobre – naquela época, uma moça pobre, sem recursos ou um nome, tinha pouquíssimas chances de se casar.
Esse momento lhe oferecia a oportunidade de experimentar uma aventura de verdade, por pequena que fosse. Durante cinco quilômetros e possivelmente um pouco mais de uma hora poderia cavalgar diante desse atraente desconhecido. Poderia fazer algo tão escandaloso e impróprio como abandonar a segurança e o decoro que oferecia a multidão para estar a sós com um cavalheiro.
Se seu pai chegasse a saber, dar-lhe-ia uma Bíblia e a encerraria a pão e água em seu quarto durante uma semana; e tia Effingham bem poderia decidir que nem sequer um mês seria suficiente. Mas quem ia saber? Como poderia sair prejudicada? 
Ao se encontrar com Rannuf, Judith se apresenta à ele como a atriz Claire Campbell, e ele por sua vez se apresenta como Rafl Bedard. Pela primeira vez na vida ela se permite viver uma aventura amorosa com aquele belo estranho, enquanto ele não vê a hora de poder desvendar os mistérios de Claire. O pouco tempo que ficam juntos é o suficiente para fazer nascer uma grande paixão, que deveria durar apenas o tempo que tivessem que permanecer juntos, depois nunca mais se veriam. Bom, esse era o plano inicial.

O que eles não contavam era com os acontecimentos seguintes: Rannuf está à caminho da casa da avó que já escolheu uma pretendente para o neto. Judith passa a viver na casa da tia rica, como dama de companhia da própria avó – um termo muito mais elegante do que ser chamada de empregada não-remunerada –, e para piorar a situação, eles não só se encontram e descobrem a verdadeira identidade um do outro, como também tem que frequentar os mesmo ambiente social. Ele tem que lidar com sua “futura-possível-quase-noiva”, que além de tudo é prima de Judith, e Judith tem que enfrentar problemas familiares. Em meio aquele caos a paixão inicial volta com tudo.
Judith se sentou em um banco de ferro forjado colocado no terraço superior e cruzou as mãos sobre o regaço.
- Não precisa me fazer companhia – disse - Estarei muito bem aqui só rodeada por semelhante vista.
Ele permaneceu de pé a seu lado sem dizer nada durante o que pareceu um bom momento. Judith não levantou a vista para ver se a estava olhando ou se não fazia mais que contemplar os arredores, embora sim pudesse ver a ponta de uma das botas de montar riscando uma e outra vez o mesmo desenho sobre a pavimentação que havia ao lado do banco. Não podia suportar sua proximidade. Não podia suportar a realidade, nem tampouco o fato de saber que seu sonho roubado se fez em pedacinhos para sempre.

Nesse livro temos uma gata borralheira que não se faz de recatada, e um príncipe azul que não é tão azul assim. A tia de Judith nos faz querer entrar no livro e arrastá-la pelos cabelos, assim como sua mimada filha. Um dos prazeres mágicos em relação à esse tipo de livro – especialmente se você tiver muito interesse no período em questão – é poder aprender de forma leve, envolvente e divertida os usos e costumes da aristocracia londrina; seja a guerra ou as tradições sociais impostas ou a simplicidade de algumas pessoas. É um pouco difícil não se encantar com os irmãos Bedwyns, tão diferentes um do outro e ao mesmo tempo inconfundíveis, sempre dispostos a ajudar um deles na busca pela felicidade. Gostei muito da capa do livro, linda e bastante sugestiva.

Gostaria de adverti-los de que os livros de Mary Balogh são um pouquinho viciantes. A gente começa a ler, e não quer parar mais. Ela consegue facilmente conduzir uma trama fugindo de alguns clichês sem deixar de ser emocionante. Eu não sou uma grande fã de romances ao estilo "gata borralheira", mas esse é um detalhe que passa despercebido pelo leitor em Ligeiramente Maliciosos. Gosto de personagens que não se intimidam em meio à situação, mesmo que essa seja completamente desfavorável.

Em breve postarei a resenha dos outros livros dessa série maravilhosa, fiquem ligados. Espero que tenham gostado. Beijos!
Classificação:




Curta a fanpage do Blog!

Comente com o Facebook:

26 comentários

  1. Eu não sou lá mto fã de romances (em geral), será que eu iria gostar desse?

    =*
    Mani Piñeiro
    @Blog_ManiPineiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe uma magia especial e única no universo dos romances de época. Talvez essa seja uma das melhores séries para começar a ler. Vale a pena =) Beijos :*

      Excluir
  2. Uauu amei ler um pouco sobre esse livro, é meu gênero preferido
    Fiquei muito encantada com essa história, quero ler ele urgente agora kkk

    Beijos ♥
    http://blogdathaiara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que leia e que goste, vale a pena. Beijos <3

      Excluir
  3. Achei muito interessante o tema, adoro histórias de época. Vou confiar na sua indicação, hein?

    http://ninhodecorvo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode confiar, Raven =) Obrigada, Beijos!

      Excluir
  4. Não conhecia o livro e nem a autora, mas adorei a capa e pela resenha, acho que eu ia gostar bastante da leitura! Espero ter a oportunidade de ler logo ^^
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Gabriela, é uma série maravilhosa =) Beijos!

      Excluir
  5. Eu adoro o gênero 'romance histórico', mas percebo que está se tornando uma febre entre os leitores e editoras e acaba que a fórmula vem a ficar um tanto repetitiva, com as mocinhas sempre a frente de seu tempo e tal, ainda assim eu gosto muito e sempre que leio dou altas risadas, vai entender uma coisa destas, hehe. Pretendo ler esta série...

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo, alguns se tornam repetitivos ou seguindo a própria fórmula, mas ainda tem muitos com algo a mais e que prende atenção. De qualquer forma eu não consigo parar de ler nenhum deles, me divirto muito! kkkkk Obrigada Van, beijos!

      Excluir
  6. Fiquei curiosa
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. eu adoro romance! não conhecia esse livro mas parece ser mt bom!

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li :*

    http://a-cacheada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto de livros nesse estilo, meio antigo, mas com uma forma de contar a história mais moderna e claro, um romance com uma pimentinha no meio é sempre interessante né? hehe
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre fica mais interessante hehehe ainda mais quando há diálogos engraçados =) Beijos!

      Excluir
  10. Já quero ler esse livro!
    Gosto bastante de romances de época e adorei o fato da protagonista ser menos recatada que o convencional hehe
    Pena que tô lendo outros livros agora, senão já ia começar esse :(
    Mas já acrescentei lá no Skoob!
    Aliás, um dos que eu tô lendo é um romance de época também haha

    Adorei a resenha ♥

    Beijo, Pri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou suspeita pra falar Juliana, mas essa série me cativou, recomendo que leia todos! kkkk ... Aww obrigada :3 Beijos!

      Excluir
  11. Que sinopse viciante, do jeito que eu gosto esse livro *o* Poxa queria ta com um dinheiro sobrando para poder comprá-lo, mas vou deixar o nome aqui anotado para poder comprar.

    Dany Guimarães| Legalmeente Ruiva | Legenda da Trindade
    www.legalmeenteruiva.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dany, fico feliz que tenha gostado da sugestão de leitura. Obrigada pela visita =) Beijos!

      Excluir
  12. Amooo romances, completamente apaixonada <3
    Um beijo.

    >>Vi e Não Resisti<<

    ResponderExcluir
  13. Acho tão linda a capa desse livro! Já tinha visto algumas vezes mas ainda não sabia direito do que se tratava. Adoro uma história de época, quero ler!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anne, as capas são um charme à parte <3 Obrigada pela visita, Beijos!

      Excluir

Blog sobre moda, beleza, livros, artwork, universo vintage/retrô e inspirações diversas de uma eterna nostálgica.

Obrigada pela visita! Deixe sua opinião, dúvidas ou sugestões nos comentários. Responderei todos assim que for possível ♥ XOXO