#Resenha: Ligeiramente Seduzidos (Mary Balogh - Editora Arqueiro)


Jovem, estonteante e nascida em berço de ouro. É apenas isso que Gervase Ashford, o conde de Rosthorn, enxerga em Morgan Bedwyn quando a conhece, num dos bailes da alta sociedade inglesa em Bruxelas.
Em circunstâncias normais, ele não olharia para ela duas vezes - prefere mulheres mais velhas e experientes. Porém, ao saber que Morgan é irmã de Wulfric Bedwyn, a quem Gervase culpa pelos nove anos que passou longe da Inglaterra, decide que ela é o instrumento perfeito para satisfazer seu desejo de vingança.
Mas Morgan, apesar de jovem e inocente, também é independente e voluntariosa e, assim que entende as intenções do conde, se prepara para virar o jogo e deixar claro que não se deixará manipular por ninguém.
Em Ligeiramente Seduzidos, quarto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos brinda com mais uma história fascinante. Em uma trama repleta de traição e vingança, escândalo e sedução, ela mostra que o caminho para o amor pode ser difícil, mas que a recompensa faz cada passo valer a pena.

Título: Ligeiramente Seduzidos ( Série Os Bedwyns #4 no Brasil)
Autor: Mary Balogh
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 288
Acabamento: Brochura
Editora: Arqueiro
Adicionar no Skoob
Classificação:


Seguindo a série que conta a história da família Bedwyn, em Ligeiramente Seduzidos somos apresentados à jovem Morgan, a caçula entre os seis irmãos Bedwyn. Diferente de Freyja, Morgan é conhecida como a beleza da família. Nas histórias anteriores, ela sempre apareceu demonstrando total desinteresse em eventos como bailes, e, principalmente, na apresentação das moças à sociedade – uma tradição, ou ritual, do qual toda jovem deve se submeter. Os bailes naquela época funcionavam como um grande mercado matrimonial, por isso a apresentação social era um evento importante. Morgan só tem 18 anos, mas é bastante madura e decidida. Ela não quer ser o centro das atenções e o principal alvo de um monte de jovenzinhos chatos em busca da noiva perfeita – e convenientemente rica.
– Então desejar amar dessa forma grandiosa o homem com quem se casar, chérie? – perguntou.
– Desejo. – Lady Morgan voltou a encará-lo. Não preciso me casar para ter dinheiro ou posição social, lorde Rosthorn. Nem mesmo para ter segurança. Prefiro esperar mais cinco ou dez anos, ou para sempre, se for preciso, a me casar com o homem errado. Embora tenha a esperança de não precisar aguardar para sempre.

Mas nem todas essas festas e eventos podem ser ignorados, ainda mais quando se é hospede na casa de uma amiga. Justamente em uma dessas festas (que na ocasião ocorre em Bruxelas, na Bélgica), ela conhece Gervase Ashford, o conde de Rosthorn. Gervase é um típico jovem aristocrata, que adora levar uma vida de libertinagem e que ainda tem seu nome envolvido em vários escândalos. Assim que ele descobre que Morgan é a irmã de seu pior inimigo (nosso querido duque de Bewcastle), ele rapidamente começa a arquitetar um plano de vingança. Mas Morgan fica muito ciente de suas atenções, e mesmo sem conhecer a real intenção por trás das atitudes do conde, ela não pretende facilitar sua vida e se tornar mais uma. Afinal de contas, ela é uma Bedwyn, e todos os Bedwyns são pessoas extremamente orgulhosas.
– A senhorita é uma feiticeira  – disse ele. – Inverteu a situação. Jogou meu próprio jogo e tece uma conversa filosófica comigo quando eu estaria flertando com a senhorita. Mas não é tão fácil me distrair dos meus instintos. Tenho que lhe roubar um beijo.
– Não, o senhor não vai roubar nada. Vim até aqui com a o firme propósito de ser beijada. O senhor não foi nada esperto, lorde Rosthorn. Beije-me.
A cidade de Bruxelas acaba se tornando o palco de um confronto entre franceses e ingleses. As famílias nobres começam a sair da cidade. Ao invés de seguir o exemplo de todos e fugir para se proteger, Morgan quer ser útil de alguma forma, e decidi ficar e ajudar os feridos – para desespero de seus anfitriões. Pra variar, Alleyne Bedwyn, o irmão mais velho de Morgan que estava na cidade trabalhando como um mensageiro, simplesmente desaparece. Ela é incapaz de fugir sem antes ter notícias do irmão, então acaba ficando. Sozinha em uma cidade desconhecida, em meio ao caos, Morgan acaba encontrando em Gervase um amigo verdadeiro.
É estranho como o coração se agarra à esperança mesmo quando não há uma base razoável para isso, descobriu Morgan. A vida é assim.
Essa amizade inesperada, que foi causada em função da situação, faz com que eles fiquem muito próximos, e aos poucos começa a surgir uma forte atração entre eles. Gervase já não sabe se quer continuar com seu plano de vingança, e Morgan já não está mais tão certa se quer continuar se esquivando dos seus sentimentos que tem pelo charmoso conde, seu melhor amigo.


Minha opinião sobre o livro: Quando comecei a ler o quarto volume de Os Bedwyns, estava esperando um início totalmente diferente, e, confesso que achei o início um pouquinho monótono. Os primeiros capítulos não são tão envolventes se formos comparar com os livros anteriores que já vinham em um ritmo muito bom. Mas isso não tira os méritos desse livro, ao contrário, conforme a leitura flui, temos uma história cheio de emoções. A princípio, as escolhas de Morgan parecem um tanto sem sentido. Isso muda à partir do momento em que começamos a decifrar sua personalidade (gostei da atitude dela em querer mostrar que não é uma garota indefesa) e o que a motivou a ser daquela forma: Morgan é jovem, mas está crescendo e começando a se transformar em uma mulher, forte e radiante, bem diante dos olhos de Gervase.  

Esse é um livro que traz um enredo totalmente diferente dos anteriores. A autora explorou cenários que foram além das já conhecidas mansões luxuosas ou bailes mágicos.  Temos a guerra inserida na história, com algumas cenas típicas do caos causado por ela, e, principalmente, suas consequências. Eu particularmente gostei muito da autora ter inserido esse elemento e para mim foi a cereja no bolo. Acabou quebrando aquela rotina de relacionamentos construídos a partir de uma mentira ou joguinho entre casais. Ainda temos segredos familiares, o angustiante desaparecimento de Alleyne, entre outras coisas que vocês terão que ler para descobrir.

Gervase é um personagem sensual, maduro, e faz a gente imaginá-lo falando “chérie” com um belo sotaque francês (bom, pelo menos eu imaginei!). Morgan é bastante madura para sua idade e tem aquela personalidade única que somente os Bedwyns possuem: a de nos encantar. Ligeiramente Seduzidos mostra a história de amor entre um casal improvável e o que as pessoas são capazes de fazer por quem amam – independente de ser algo bom, ou ruim. É muito difícil ler um livro dessa série e não se encantar com o charme dos personagens.

O trabalho com a diagramação, capa e contracapa está perfeito, como sempre. Recomendo que comecem a leitura o quanto antes.

Classificação:

Confira a resenha de outros títulos da série Bedwyn de Mary Balogh:
Onde Comprar?

Comente com o Facebook:

34 comentários

  1. Eu fico com vontade ler esses livros por serem de época e recheados de luxo sabe, eu adoro livros assim, mas ainda não li eles :(
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre acaba aprendendo sobre os costumes dessa época =) Obrigada pela visita. Beijos!

      Excluir
  2. Ainda não li, mas a trama me fascina, muito legal, beijos
    Charme-se

    ResponderExcluir
  3. fiquei fã!
    principalmente por causa das capas!
    deve ser uma história interessante, mas vou te contar uma coisa...
    não estou querendo livros de sequencia, pq fico agoniada querendo ler todos e as vezes na livraria n tem e fico esperando chegar - acaba que fico deixando de lado e não leio todos!
    mas, esse vou tentar.

    bjinhos
    http://maricotacaradericota.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No geral, essa série é ótima. Eu evito séries muito longas, mas às vezes não consigo evitar kkkkkk Beijos!

      Excluir
  4. Priscilla ótima resenha :) gostei da indicação do livro!
    Estou seguindo o blog viu :*
    Beijokas da Camila e Carol
    já tem post novo no blog
    Vamos Papear 
    Beijokas da Camila e Carol
    já tem post novo no blog
    Vamos Papear 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada meninas, sejam bem-vindas. Beijos!

      Excluir
  5. Oi pri,
    parece interessante e a capa é encantadora, mas estou com uma pilha de livros para ler e com tão pouco tempo, que me sinto até culpada.
    Bjs
    gosto-disto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estou com vários livros atrasados, e só penso em ler e comprar mais! kkkkk Beijos!

      Excluir
  6. Adoro suas resenhas, me sinto familiarizada com os personagens.
    Eu estou lendo alguns livros, mas em breve vou ler esses com certeza. bjuxx
    Casa Cherry

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Vivi!! Eu amo essa série, espero que você também goste! =) Beijos!

      Excluir
  7. Muitos acham o "casados" meio parado, eu já curto para caramba....eu gostei muito desse, apesar de a parte da guerra ser um pouco chata demais, monótona e tediosa....só comecei a curtir quando ela deu uma de Scarlet Ohara e ficou cuidando dos feridos, enfim....mas achei que a autora fugiu um pouco do lugar comum desses romances, claro....tem praticamente todos os elementos que amamos, mas ainda assim acho que ela mudou um pouco o que já estávamos acostumadas a ler nesses livros
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei "casados" ótimo, e gostei muito do relacionamento do casal ter surgido aos poucos, ficou bem mais real. Já esse esse eu achei apenas bom. Eu gostei da mudança e da alusão á Guerra, porque uma hora até nós que gostamos tanto desse gêneros, ficamos casando, imagina o autor? rsrs Beijos <3

      Excluir
  8. Realmente este traz um enredo um tanto diferente, alguns até fazem alusão à guerra, mas poucos são os livros deste gênero que trazem mesmo detalhes sobre ela...

    Beijo, van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dificilmente um romance de época descreve a guerra com mais riqueza de detalhes, somente mesmo nos romances históricos, mas ter esse elemento faz a diferença, eu gosto =) Obrigada pela visita. Beijos!!

      Excluir
  9. Os livros devem ser incríveis, temos muita vontade de ler esses livros de época, mas ainda não lemos nenhum, parecem envolver bem os leitores.

    Beijos



    http://onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leiam meninas, espero que gostem desse gênero =) Beijos!

      Excluir
  10. Eu não me envolvi muito com a sinopse do livro, mas a sua resenha está ótima e me deixa com aquela vontade de ler e descobrir se vou gostar ou não.
    Porem, o que me deixou um pouco despontada é que o livro é um pouco monótono, isso não costuma ser bom para mim porque enrolo a beça para ler o livro, aí demoro meses para acabar.
    Mas nas férias eu prometo que vou tentar ler, já que morro de saudades de ler, ainda mais porque nesse mês não estou tendo tempo.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que vi, esse livro divide opiniões. Eu achei o início parado, mas adorei a parte da guerra, já outros acharam a guerra chata! kkkk Acho que você terá que ler pra descobrir ;) Beijos!!!

      Excluir
  11. Hmm, apesar de ter uma capa linda e ser de uma temática que me agrada, não sei se leria. Os personagens não me agradaram tanto e nem o fato de ser "meio monótono" =/ Ótima resenha :D
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  12. Obrigado querida :D Aconselho mesmo :D

    Pareceu-me ser um livro super entusiasmante. Adoro livros de época :D

    NEW FASHION POST | Ways To Use Kimono.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
  13. Livros de época são sempre aquela base, eu adoro ler aqueles inspirados em factos de reais! São super interessantes!

    http://filipa-goncalves.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo livros de época e livros históricos, ambos tem seus pontos positivos e negativos, mas geralmente são envolventes =) Obrigada pela visita! Beijos!

      Excluir
  14. Até me pareceu relativamente interessante... talvez adicione às minhas Crónicas de uma Leitora Compulsiva.
    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ Bloglovin'

    ResponderExcluir
  15. parece interessante =)
    beijinho adorei o blog e estou a seguir! segue-me também, se quiseres claro :D

    beijinho
    the-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Lembra também aqueles com formato de moranguinho, sabe?! hahaha!

    Pri! Não curti tanto a história... E esse "pouquinho monótono" assusta! hahaha!

    Ótima quarta!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahauahuahaah ok! obrigada pela visita Amanda =)

      Excluir
  17. eu não curto muito livro de época e monótomo, gosto de reviravoltas loucas que você fica sem entender hahahahah mas pra quem gosta desse tipo de livro parece ser uma ótima leitura!

    Blog Amora Rosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns livros de época também conseguem proporcionara essa reviravolta, e mesmo esse não sendo o meu favorito de toda a série, considero uma boa leitura =) obrigada pela visita. Beijos!

      Excluir

Blog sobre moda, beleza, livros, artwork, universo vintage/retrô e inspirações diversas de uma eterna nostálgica.

Obrigada pela visita! Deixe sua opinião, dúvidas ou sugestões nos comentários. Responderei todos assim que for possível ♥ XOXO