#Resenha: Amanhã eu paro! (Gilles Legardinier - Editora Arqueiro)

#Resenha: Amanhã eu paro! (Gilles Legardinier  - Editora Arqueiro)

#Resenha: Amanhã eu paro! (Gilles Legardinier  - Editora Arqueiro)Como todo mundo, Julie já fez muitas coisas idiotas na vida. Ela poderia contar sobre a vez que resolveu descer a escada enquanto vestia um suéter e caiu nos degraus, ou quando tentou consertar um plugue ligado na tomada segurando o fio com a boca, ou quem sabe falar de sua fixação pelo novo vizinho que nunca viu: Ricardo Patatras.
Julie tem o irritante hábito de fazer as maiores loucuras quando está apaixonada. E essa obsessão a leva a prender a mão na caixa de correio do vizinho enquanto espiona uma misteriosa carta... E o pior, ainda é flagrada pelo próprio dono da correspondência.
Mas isso não é nada, nada mesmo, se comparado às maluquices que ela vai fazer para se aproximar desse homem e descobrir seu grande segredo. Movida por uma criatividade sem limites, intrigada e atraída por um desconhecido que mora tão perto, Julie assume riscos cada vez mais delirantes, sem perceber que pode cair na própria armadilha.
Com mais de 3,5 milhões de livros vendidos, Gilles Legardinier mostra em Amanhã Eu Paro! uma história original e irreverente que com certeza fará o leitor morrer de rir.
Título: Amanhã eu paro!
Autor: Gilles Legardinier
Ano de Lançamento: 2017
Editora: Arqueiro
Adicionar no Skoob
Classificação:

#Resenha: Amanhã eu paro! (Gilles Legardinier  - Editora Arqueiro)

Julie Tournelle é uma jovem de 28 anos com muita criatividade e manias obsessivas que poderiam ser irritantes, mas acabam se tornando engraçadas. Ela é romântica e atrapalhada. Mas o mais divertido  de tudo está na cabeça dela, e em todas as coisas que ela imagina sobre tudo e todos. Ela está naquela idade em que muitas pessoas começam a questionar suas escolhas, como a profissão, e principalmente, seus relacionamentos. Julie trabalha em um banco, e mesmo que pareça ser um bom emprego, ela não está tão feliz com essa escolha e principalmente com tudo que abriu mão em função de uma paixão que não vingou – e de várias maluquices que fez em nome do amor.
“É verdade que me apego com facilidade. Para mim, a vida é, em primeiro lugar, aqueles com quem nós a construímos.”
Ela tem vários amigos e cada um deles tem seu próprio drama, como a divertida amiga que é uma stalker de bombeiros, ou aquele amigo que já se casou e se divorciou diversas vezes – e que adora dar festas de divórcio. Julie sente que falta algo em sua vida, mas ela acredita que alcançará a felicidade plena no dia em que conhecer seu mais novo vizinho chamado Ricardo Palastras. Desde que Julie soube da existência dele, ela começa a sonhar e tramar planos para encontra-lo. Ric passa a ser o seu mais novo objetivo de vida, e assim que o conhece, ela se apaixona perdidamente por ele. Ricardo é um homem bonito, educado, mas também é estranho e cheio de mistérios. Eles logo criam uma relação de amizade – que não é o suficiente para ela –, mas ele vive cheio de segredos que Julie adoraria descobrir.
Então, de repente, no chuveiro, me dou conta de um novo objetivo na vida: saber que cara ele tem. Fecho a torneira e pego a toalha. É então que ouço passos na escada lá fora. Corro para espiar pelo olho mágico se é ele quem está subindo. Saio correndo feito louca e escorrego. Se eu quisesse ironizar com a onomatopeia, poderia ter dito “palatrás”, mas foi mais para “catapum”. Acabo pelada no chão, estatelada de corpo inteiro e cheia de dores inexprimíveis. Que imbecil! Nunca vi o sujeito e ela já está me levando a fazer uma coisa idiota. É a primeira vez. Não seria nem a última, nem a pior.”
Quando iniciamos a leitura, a personagem principal já avisa o quão louca e dramática ela é. Julie é aquele tipo de pessoa que mesmo sem querer paga mico, e uma das coisas mais engraçadas no livro é o quanto ela é obcecada por gatos, é muito criativa e consegue comparar o animal à todas as situações que ela passa. Mas este, claro, não é um livro sobre gatos. Se tratando de amor, Julie não conhece limites, mas ela também é bastante decidida, mesmo que essa decisão não parece ser tão coerente.

Amanhã eu paro! é uma leitura leve, descontraída e divertida, é um livro que eu poderia dar de presente para uma amiga com síndrome de Julie (rsrs). Se houvesse uma adaptação no cinema, seria uma comédia romântica daquelas que a gente assistiria sempre que tivesse uma oportunidade. Os capítulos são curtos e dinâmicos. Eu gostei, no entanto, mesmo sendo um livro divertido, fiquei com uma sensação de que poderia ter sido mais, sabe? Fiquei esperando por algo que não veio.

Esse é o primeiro livro que leio deste autor. Recebi o livro da Editora Arqueiro há vários meses, mas somente agora tive tempo para resenha-lo. Sei que as resenhas literárias diminuíram de uns meses pra cá, mas isso não significa que vou parar escrevê-las. Sempre haverá posts literários por aqui, mesmo que em menor quantidade, por causa do tempo. Espero que tenham gostado da dica. E você, já leu esse livro? O que achou? Beijos!

#Resenha: Amanhã eu paro! (Gilles Legardinier  - Editora Arqueiro)

Nota: Esse livro foi gentilmente enviado pela Editora Arqueiro




Siga também no: Facebook Instagram | Pinterest | Skoob Tumblr Bloglovin 

Comente com o Facebook:

22 comentários

  1. Oie
    Este livro foi uma surpresa para mim, eu o li super rápido e me arrancou risadas, eu adorei.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei Nessa, mas senti falta de alguma coisa não sei rsrs. Beijos!

      Excluir
  2. Uma coisa que não faço muito é ler livros mas adorei saber a tua opinião
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderExcluir
  3. O livro parece ser divertido! Confesso que no começo pensei que Julie fosse o gato, mas depois li que ela só é obcecada por gatos mesmo mas o livro não é sobre um gato, hahaha! Achei bastante interessante isso dela ir se comparando ao gato durante as situações que acontecem no livro, agora fiquei curiosa pra saber. Gosto de livros assim, porque vou intercalando com os romances dramáticos do Nicholas Sparks, hahaha! Aí vou mesclando pra não morrer de tanto chorar. Não conhecia esse livro, mas entrou pra minha booklist no Skoob. ;)
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um bom livro pra ler em um intervalo de leituras, é super rápido e engraçado. Espero que goste da indicação :D Beijos!

      Excluir
  4. Muito bacana a resenha, já vou correr pra ler!

    Beijos}
    ]
    Blog Lua Soares

    ResponderExcluir
  5. OOOOOI PRI

    achei a premissa muito engraçada, cara HAHAHAHAH
    e muito importante a nota ali do livro não ser sobre gatos. A capa acaba fazendo a gente achar isso mesmo HAHAHAH

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Pri,
    Deve ser muito bacana esse livro.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  7. Amei sua resenha, achei uma graça a capa desse livro, por ser mais leve e divertido já me ganhou! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  8. hahahaha achei um máximo, amo história assim de comedias
    Beijos linda

    http://www.estiilocarol.com/

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia, aparenta ser maravilhoso.
    Ótima resenha.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Seems good book, i will read this.
    Please visit my blog.
    https://clickbystyle.blogspot.in/

    ResponderExcluir
  11. ah adorei essa resenha, parece um livro bem divertido, gostoso e leve de ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir

Blog sobre moda, beleza, livros, artwork, universo vintage/retrô e inspirações diversas de uma eterna nostálgica.

Obrigada pela visita! Deixe sua opinião, dúvidas ou sugestões nos comentários. Responderei todos assim que for possível ♥ XOXO