Mulher, acima de qualquer peso!


Quando o assunto é estética muitas mulheres, assim como eu, se sentem vítimas do padrão popular. Acabamos nos escondendo, vivendo uma vida dupla onde o corpo perfeito acaba sendo valorizado muito mais do que a saúde em questão: Saúde é uma coisa, estética é outra totalmente diferente! Nos anos dourados, uma mulher comum ou de curvas, avantajadas era considerada uma deusa. As pessoas valorizavam acima de tudo as curvas das mulheres e sua feminilidade. As mesmas curvas que são desvalorizadas hoje em dia. Sei como é difícil, mas nunca devemos esquecer de que independente de tudo somos mulheres.

Somos mães, esposas, irmãs, amigas, etc. Mas acima de tudo somos mulheres, e nunca devemos esquecer deste "pequeno" detalhe. O importante é se sentir bem consigo mesma e estar saudável! Outro dia, estava conversando com a Beatriz que levantou essa questão dizendo que nós, mulheres de acima do peso não compram lingeries e coisas do tipo. Ninguém melhor do que uma empresária como a Beatriz Stresser dona da La Loie para levantar uma questão como essa. Isso acontece porque a mulher acima do peso se sente insegura para usar uma peça como essa, e as vezes até tem vontade de usar mas não encontra.

Na postagem que fiz sobre a Hilda, pin-up gordinha muitas pessoas gostaram do tema e do post, sobre uma pin-up com curvas fora do padrão que fez e ainda faz muito sucesso. Obrigada pelo retorno positivo. Mas ainda sinto que isso é um tabu muito grande, e que precisamos mudar esse pensamento. Quero também agradecer muito a Beatriz Streeser pela parceria e que me ajudou a refletir sobre o tema e me motivou a escrever para vocês. Enquanto a mim continuo lutando contra a balança para chegar em um peso bom e acima saudável, mas não por causa da opinião de alguém, e sim por mim mesma! A estética pin-up nesse caso me favorece, pois é bastante ampla. Em relação ao preconceito que todas nós sofremos (seja ele de qual natureza for) faça igual a Hilda aí abaixo.....

Comente com o Facebook:

7 comentários

  1. Adorei o post, principalmente essa frase: "..se um dia algum homem cobrar isso de mim só vai ouvir o som do meu salto alto, saindo pela porta da frente". Fantástico!!
    Falou tudo! linda!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Ameeeei o post queridaaa

    mas o fato é q na sociedade que vivemos a gordinha é muito mais pré-julgada do que as magras, essas podem ser sexy, gordinha sensual incomoda, isso percebo comigo mesma... parece que querem que nós fiquemos escondidas embaixo de roupas compridas, mas sorry da minha vida faço o que quero e não é qualquer bitch que vai me dizer o que fazer, como postei esses dias no facebook, "Não gosta de minhas fotos? Não gosta de minhas roupas??? Sorry, pare de olhar" rs

    Podem me chamar de gorda (como se já não soubesse) não ligo, estou bem comigo mesma, meu rocker me AMA do jeito que sou (gordinha), então que vá pra aquele lugar com seu falso moralismo e hipocresia hehehe

    Aff
    desabafei kkkkk

    Parabens Pri, adoreei o post
    bjuuuus

    --
    Ramona Tequila
    http://mundoramona.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ramona Tequila,

    Na casa da avó é o lugar do desabafo, é o lugar de dizer foda-se pro mundo também porque nem por isso deixamos de ser desejadas não é mesmo. Seu Rocker têm é sorte ;)

    bjs e obrigada por sua contribuição!

    ResponderExcluir
  4. É isso aí!!! ;)
    Adorei o post!

    ResponderExcluir
  5. como você disse, não são eles que pagam nossas contas, ninguem manda na nossa vida, padrão de beleza é uma besteira seguida pelas meninas alienadas e vazias, cada um tem seu corpo e tem que se sentir linda do jeito que é e qual é a vergonha de usar 46 ou 48? Eu uso com muito orgulho :D
    parabens pelo post eu amei xuxu

    ResponderExcluir
  6. Te indiquei lá no meu blog...na lista dos 10 melhores blogs *-* Dá uma olhadinha lá ;)

    Bjs!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela sua visita, ela é muito importante! Comente e deixe seu link. Responderei assim que for possível ♥